Notícias, em 27/08, 2020.

Em destaque: Estudantes da rede municipal de Lauro de Freitas,  na quarta-feira (03/08), assistindo o documentário Lauro de Freitas 60 anos no cinema no Parque Shopping Bahia, no Centro da cidade de Lauro de Freitas, Bahia. Fonte: http://www.ccnnews.com.br/

Imagem de Lucas Lins em texto de Marcio Melo de quarta feira , 03,08,2022 disponível em http://www.ccnnews.com.br/2022/08/estudantes-lotam-cinema-para-assistir.html

Aprendendo a história local

Ao mesmo tempo, conhecendo, vivenciando e ocupando um espaço educativo-cultural da cidade

Estudantes da rede Municipal de Lauro de Freitas no cinema do Parque Shopping Bahia, no Centro da cidade de Lauro de Freitas, assistindo o documentário sobre a história dos 414 anos de Lauro de Freitas e dos 60 anos de emancipação da cidade ( MELO, 2022)

Com a leitura do texto Estudantes lotam cinema para assistir documentário sobre história de Lauro de Freitas ( MELO, 2022) e a visualização das imagens nele inseridas, as editoras do blog relembraram as possibilidades de aprendizagem que a cidade oferece a partir de sua geografia física e urbana, arquitetura, costumes, tradições, aglomerados populacionais, etc. É grande o potencial desses elementos para a aprendizagem de conteúdos de diversas disciplinas e, em especial, para conhecer, valorizar e preservar o patrimônio cultural. Dentre as atividades possíveis nesse campo lembramos os estudos do meio e as aulas passeios de Célestin Freinet. Mais recentemente, podemos falar do turismo escolar ou turismo pedagógico.

Leia o texto e conheça os sentimentos e reações de professores e alunos ao assistir o documentário http://www.ccnnews.com.br/2022/08/estudantes-lotam-cinema-para-assistir.html.

http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/6898 Turismo pedagógico : busca por novos significados para a escola de Emanuelle Rodrigues e Kerley dos Santos Alves.

Live sobre Negros na Educação na Bahia

O PROMEBA em associação com o GPEC e o Blog Modos de Fazer planeja para o mês de setembro live sobre o tema Negros na educação na Bahia.

Confirmaram participação as professoras pesquisadoras Ana Célia Silva, Delcele Mascarenhas Queiroz e Ione Celeste Jesus de Sousa.

Abaixo algumas informações sobre as participantes.

Ana Célia da Silva

Delcele Mascarenhas Queiroz

Graduada em Pedagogia (1974), mestra em Educação (1996) e doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia (2001). E professora titular da Universidade do Estado da Bahia – UNEB. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Fundamentos da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: negro, ações afirmativas, raça, acesso de negro ao ensino superior e cotas.

Ione Celeste Jesus de Sousa

Doutora em História Social pela PUC/SP, mesma Instituição em que realizou Mestrado em História Social (1999). Graduada em História pela Universidade Católica do Salvador (1987); e Bacharelado em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia (1992), com habilitação em Antropologia. ProfessoraTitular da Universidade Estadual de Feira de Santana. Pesquisa no campo da História Social, focando nos subtemas: escolarização brasileira; história da educação e relações étnicas e raciais ; trabalho docente e politica imperial .

Relembrando…

Nossa edição do mês de agosto será construída em torno de uma escola voltada para a formação de professores. Fiquem atentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close