Final do mês de maio no Blog do GPEC com o tema “Negros na educação baiana”

“Creoula – Bahia” POSTAL de Lindemann no livro A Fotografia e o negro na cidade do Salvador de Sofia Olszewski Filha, editado em Salvador pela EGBA; Fundação Cultural do Estado da Bahia,1989

DESEJA SABER COMO FINALIZAMOS A EDIÇÃO DE MAIO 2022 ?

Fiel ao nosso tema central “Negros na Educação Baiana” estamos divulgando:

  • Um TEXTO – PROVOCAÇÃO escrito por sobre a participação de professores em ações abolicionistas, atuação , até agora, inviabilizada.
  • Uma exposição escoalr cosntruída em torno dos temas Benfeitores, alunos e professores negros na educação baiana, privilegiando, como sempre, o despertar reflexões e interpretações através de fotografias.

ACESSE OS TÍTULOS PUBLICADOS NO FINAL DA NOSSA EDIÇÃO DE MAIO 2022

LEIA AQUI O TEXTO PROVOCAÇÃO Escolarização, Professores  e Abolicionismo na Bahia de autoria da professora Titular da UEFS Ione Celeste J. de Sousa

VISITE AQUI A EXPOSIÇÃO ESCOLAR DE MAIO DE 2022

ACESSE AQUI OS TEXTOS REFERÊNCIAS SOBRE QUESTÕES RACIAIS VISITANDO A PÁGINA NEGROS NA EDUCAÇÃO BAIANA

Você também poderá ler os textos acessando abaixo os PDF

Kabengele Munanga (org) – Munanga. Cem anos e mais de bibliografia sobre o negro no Brasil

Antonio Sergio Alfredo Guimarães- Intelectuais nergros e modernidade no Brasil.

Jaci Menezes e Juvino Alves – O pós abolição na Bahia

Manuel Querino –Quirino A RAÇA AFRICANA e os seus costumes na Bahia

AGRADECIMENTOS

Agradecemos a professora Ione a gentileza de nos agraciar com um texto que instiga a refletir sobre o pouco que conhecemos da participação dos professores na construção da nossa escola

Nossos agradecimentos ao pesquisador Jaime Nascimento por sua gentileza ao nos enviar informações sobre Manuel Querino e nos brindar com uma cópia em pdf do texto A RAÇA AFRICANA e os seus costumes na Bahia publicado nos Anais do 5º Congresso Brasileiro de Geografia realizado na Cidade de Salvdor, Bahia, em 1916.

A Ismael, de quem estamos republicando, como parte da Exposição Escolar 2022, o texto que ele gentilmente nos permitiu divulgar sobre a invisibilidde dos professores negros.

Aos nossos leitores, um muito obrigado pela forma como prestigiaram as nossas postagens durante o mês de maio.

DAS EDITORAS DO BLOG

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close